PC-AL: Governador garante concurso ainda no primeiro semestre e edital nos próximos dias

“Estamos na fase final de organização”. Foi com essa frase que o governador de Alagoas, Renan Filho, deu esperanças aos concurseiros que aguardam desde o ano passado o edital para a Polícia Civil do estado. O gestor garantiu que, nos próximos dias, será anunciado o edital. Segundo ele, o processo seletivo ocorrerá ainda no primeiro semestre de 2019 para os cargos de agente, delegado e também para a Perícia Oficial.  A carga horária para todas as funções é de 40 horas semanais de jornada de trabalho.  

De acordo com o chefe do Executivo alagoano, as notícias sobre concursos não devem parar por aí. Na verdade, a intenção é que sejam realizados concursos anuais para a Polícia Civil. Ou seja, você concurseiro já deve começar a se preparar!

Vale destacar que o certame já está autorizado desde outubro do ano passado, quando foi publicada a portaria de autorização do concurso. Desde então, a expectativa ao redor desse edital tem sido bastante significativa. Já chegou-se a especular em até 300 vagas, mas algo que não foi confirmado até então.

Requisitos para os cargos

Tem dúvidas sobre os requisitos para se candidatar a esse concurso? Confira e avalie se você se encaixa no perfil solicitado. Conforme a última publicação da PC-AL. Para os cargo de agente, é necessário ter nível superior em qualquer área de formação, além de Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Já em relação ao cargo de delegado, o candidato precisa ter a diplomação em Direito. Para o cargo de perito oficial, o nível superior também é exigido. No entanto, comtempla várias áreas:

Cargos e especialidades

Perito Criminal 1 – Ciências Contábeis/Ciências Econômicas
Perito Criminal 2 – Especialidade: Engenharia Elétrica/Engenharia Eletrônica/Engenharia de Redes de Comunicação ou Engenharia de Redes de Telecomunicação
Perito Criminal– Especialidade Análise de Sistemas/Ciências da Computação/Engenharia da Computação/Informática/Tecnologia de Processamento de Dados ou Sistemas de Informação
Perito Criminal – Especialidade: Engenharia Agronômica
Perito Criminal– Especialidade Geologia/Mineralogia
Perito Criminal– Especialidade Engenharia Química/Bioquímica/Química/Química Industrial
Perito Criminal– Especialidade: Engenharia Civil
Perito Criminal– Especialidade: Engenharia Mecânica/Mecatrônica
Perito Criminal– Especialidade: Biomedicina/Ciências Biológicas
Perito Criminal– Especialidade: Física
Perito Criminal – Especialidade: Medicina Veterinária
Perito Criminal – Especialidade: Farmácia
Perito Médico-Legista

Por dentro das funções da PC-AL

Ao se candidatar para um concurso, muitas vezes, o candidato não sabe o que o espera pela frente. Entenda melhor o que faz cada cargo. Vamos começar pelo agente. Quem assumir essa vaga terá que atuar nas investigações e operações policiais, além de trabalhar incisivamente na prevenção e na repressão a ilícitos penais.

No que se refere ao cargo de delegado da Polícia Civil, as atividades comtemplam supervisão, investigação, planejamento de operações, execução e controle da administração da polícia judiciária, além de comandar e presidir procedimentos policiais.

Último concurso PC-AL

O último concurso da Polícia Civil de Alagoas foi realizado em 2012. Na ocasião, foram oferecidas 400 vagas, sendo 240 para agentes, 120 para escrivão e 40 para delegados. Os salários eram de R$ 2.071,80 para agentes, R$ 2.017,80 para escrivão e R$ 12.593,22 para delegados. O Cebraspe, antigo Cespe/Unb, foi o responsável pelo certame. Na época, mais de 18,8 mil candidatos se inscreveram para concorrer as 400 vagas ofertadas, sendo o cargo de delegado o mais disputado.

Disciplinas cobradas

Agente

  • Língua Portuguesa;
  • Noções de Informática;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Direito Penal;
  • Noções de Direito Processual Penal;
  • Legislação Complementar; e
  • Medicina Legal.

Delegado

  • Língua Portuguesa;
  • Noções de Informática;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Penal;
  • Direito Processual Penal;
  • Direito Civil;
  • Legislação Complementar; 
  • Medicina Legal.

Segurança pública de Alagoas

O anúncio do governador Renan Filho foi realizado durante coletiva de impressa, na segunda-feira, (4), em que o gestor reforçou seu compromisso com a população. “Segurança Pública se faz, sobretudo, com investimentos em inteligência, com mais presença nas ruas e com mudança de postura. Esse é o nosso trabalho. Fortalecer a Polícia Civil e a Perícia Oficial vai elevar a capacidade investigativa que, ao meu ver, é fundamental no sentido de quebrar a roda do crime, que é alimentado sempre pela impunidade”, frisou o chefe do Executivo de Alagoas.

No seu primeiro mês de gestão, Renan promoveu 367 oficiais e praças da Polícia Militar. Somados aos 945 novos soldados que serão formados na próxima sexta-feira (8), o efetivo alagoano terá um total de 1.312 promoções, o que configura um recorde para a corporação.

“Hoje, talvez, sejamos um dos poucos Estados do Brasil que estão, ao mesmo tempo, pagando salários em dia, fazendo concurso público e respeitando a lei de promoções da Polícia Militar. Isso é muito significativo por conta do momento político e econômico que o Brasil está vivendo. Eu espero, em breve, anunciar outras convocações e outros concursos públicos, porque assumi um compromisso com Alagoas e vou cumprir, que é fazer concursos anuais”, pontuou.

Carregando...