PRF: Objetivo é chegar em 2022 com quadro completo, afirma diretor-geral

Antes o que era apenas uma hipótese distante agora começa a ficar cada vez mais próximo de acontecer. Afinal, o concurso do PRF (Polícia Rodoviária Federal) estava na lista dos certames que não seriam realizados tão cedo. No entanto, os fatos têm mostrado justamente o contrário. Inicialmente teve a declaração do próprio presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, afirmando que apesar da contenção de gastos, alguns concursos seriam exceções a essa política.

"Paulo Guedes determinou que poucas áreas terão concurso, porque não tem como pagar mais. O problema é esse. A gente até gostaria, em uma área ou outra. Abri uma exceção para a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal", pontuou Bolsonaro.

Agora, quem deixa os concurseiros mais animados com a possibilidade real de um concurso da PRF é o próprio diretor-geral da corporação, Adriano Furtado. "O objetivo, a meta e todo o empenho nosso vai ser para chegar ao final de 2022 com o quadro de servidores legais completo", declarou.  

                 NÃO ESPERE O EDITAL! COMECE AGORA SEUS ESTUDOS!

Para dar ainda mais força à hipótese de um concurso, a própria PRF encaminhou, no início do mês de junho, um pedido oficial ao Ministério da Economia para realização de um novo certame com 4.435 oportunidades, de níveis médio e superior.

Desse total de vagas, 4.360 oportunidades são para o cargo de policial rodoviário federal (nível superior) e as demais 75 oportunidades para o agente administrativo, de nível médio. Embora essa movimentação seja um alívio aos concurseiros, ainda não torna o concurso oficial, mas diante do déficit de servidores que ultrapassa a marca de 8 mil servidores, a autorização do certame está cada vez mais próxima.

A expectativa agora recai sobre agora sobre o Ministério da Economia para uma decisão a respeito do pedido, algo que deve sair nas próprias semanas. Vale ressaltar que apesar de o ministro Paulo Guedes ser contra a liberação de concursos, o foco do governo federal é assegurar a segurança pública. E é justamente nesse dilema que estão todas as apostas dos concurseiros!

                                                                       QUER APROVEITAR ESTA CHANCE? ESTUDE COM OS MELHORES!

Policial Rodoviário 
Os candidatos ao cargo de Policial Rodoviário Federal precisarão preencher alguns requisitos: ter nível superior (em qualquer área) e carteira nacional de habilitação (CNH) na categoria ”B”. O salário inicial é de R$ 10.357,88, incluindo o auxílio alimentação, que atualmente está fixado em R$ 458.

Os candidatos ao cargo de PRF serão submetidos a uma série de avaliações. Confira:  

  • Prova objetiva de conhecimentos específicos,
  • Prova discursiva,
  • Exame de capacidade física,
  • Avaliação de saúde,
  • Avaliação psicológica,
  • Investigação social,
  • Avaliação de títulos,
  • Curso de Formação Profissional.

Agente Administrativo
Para candidatar-se ao cargo de Agente Administrativo, é preciso ter o ensino superior em qualquer área de atuação. A remuneração inicial do cargo chega a R$ 4.270,77, isso já incluindo o salário de R$ 3.812,77 e o vale-alimentação de R$ 458. A jornada de trabalho é de 40 horas. Além da prova objetiva, os candidatos à vaga também passarão por investigação social.

Para você que sonha com o concurso da PRF, comece já seus estudos para ver seu nome no topo da lista e garantir uma carreira estável.

Cris Güetter

Cris Güetter é jornalista, formada pela Universidade Paranaense desde 2009. Tem em sua essência o jornalismo impresso; enraizado em seu DNA. Já atuou como repórter, editora, chefe de redação e como diretora de conteúdo numa agência de marketing digital. É apaixonada por cinema, viciada sem chances de reabilitação em viagens e defensora convicta de que trilha sonora é essencial. Agora, seu foco é informar sobre o universo dos concursos! 

Carregando...