Bolsonaro aprova orçamento que prevê mais de 48 mil vagas para concursos na esfera Federal em 2019

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quarta-feira, 16, o Orçamento 2019. A lei orçamentária, aprovada pelo Congresso em dezembro e publicada nesta quarta-feira no “Diário Oficial da União”, prevê 48.224 vagas para concursos na esfera Federal este ano, divididas entre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Esta é uma boa notícia para os concurseiros, especialmente os que estão na expectativa dos concursos do INSS - Instituto Nacional do Seguro Social, Depen - Departamento Penitenciário Nacional, IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e outros.

Segundo o coordenador pedagógico especialista em concursos públicos e professor de Administração Financeira e Orçamentária (AFO), Marcelo Adriano, o déficit no quadro de servidores públicos na União é grande e deverá ser reposto, em grande parte, em 2019.

"Recebemos esta notícia com grande alegria, pois ela vem confirmar aquilo que nós já falávamos. A necessidade de novos servidores é clara, também pela possibilidade de muitas aposentadorias, já que haverá reforma da previdência e os servidores estão buscando se aposentar o quanto antes”, aponta.

Para o professor, que tem experiência com este tipo específico de legislação, "boa parte das vagas, acredito, serão destinadas à segurança pública e também à parte de infraestrutura. Então o que nós esperamos é a abertura de vários concursos ao longo de 2019 tanto na área federal, como também estadual e municipal."

"Vale lembrar que a Lei Orçamentária 2019, que o presidente assinou, e todas essas vagas se referem apenas ao Executivo, Legislativo e Judiciário da União. Quando se fala em estados e municípios nós teremos ainda muitas vagas para serem abertas", acrescenta.

De acordo com o Anexo V do documento as previsões de provimento para 2019 estão divididas da seguinte forma:

Poder Legislativo

Câmara dos Deputados – 324 vagas, sendo 127 para criação e 197 para provimento

Senado Federal – 40 vagas para provimento Tribunal de Contas da União (TCU) – 20 vagas para provimento

Poder Judiciário

Supremo Tribunal Federal (STF) – 38 vagas para provimento

Superior Tribunal de Justiça (STJ) – 50 vagas para provimento

Justiças Federal (TRFs) – 925 vagas, sendo 625 para criação e 300 para provimento

Justiça Militar (STM) – 30 vagas para provimento

Justiça Eleitoral (TSE e TREs) – 1.240 vagas, sendo 370 para criação e 870 para provimento

Justiça do Trabalho (TST e TRT) – 684 vagas, sendo 52 para criação e 632 para provimento

Conselho Nacional da Justiça (CNJ) – Seis vagas para provimento

Poder Executivo

42.818, sendo 2.095 para criação e 40.723 para provimento

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO (MPU): Dez vagas para provimento

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO (CNMP): Duas vagas para provimento

DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO (DPU): 2.032 vagas, sendo 1.582 para criação e 455 para provimento

Se você é concurseiro ou pretende ser, é muito bom ter acesso a informações motivadoras como esta, não é mesmo? Que tal você compartilhar esta notícia em suas redes sociais para que mais pessoas também possam se inspirar e, quem sabe, até mesmo decidirem começar a estudar? Elas contam com você!

Éder Gulhak

Éder Gulhak é jornalista, formado desde 2008, tendo trabalhado por vários anos com assessoria e também diversos veículos de comunicação. Músico por paixão, teve contato desde cedo com ferramentas e métodos de produção e edição de conteúdo por meio de áudio, vídeo, texto e imagens. Atuou, mais recentemente, com vendas e gerenciamento e treinamento de equipes em âmbito nacional. Aficionado pelos meios digitais, hoje reúne toda sua experiência e se dedica exclusivamente ao Marketing Digital.

Carregando...