Como o perfeccionismo pode atrapalhar seus estudos?

Você se cobra demais ao estudar para concursos? Pode ser que você seja um perfeccionista e isso está atrapalhando a tão sonhada aprovação. Na verdade, você mesmo passa a ser o seu principal concorrente e isso pode ser bastante desgastante. Devemos melhorar a cada dia, construir novas metas, mas o perfeccionismo pode aumentar a procrastinação.

Um concurseiro perfeccionista não consegue iniciar os estudos se tudo não estiver ocorrendo da maneira idealizada por ele. São as diversas canetas coloridas, a letra perfeita, organização no material, uma mesa e uma cadeira na altura ideal e assim por diante. Se tudo isso não estiver de acordo, ele se frustra e deixa para depois. Para ele, a frase “feito é melhor do que perfeito” não existe.

Quer saber se isso está acontecendo com você? Então, veja alguns sinais de que o perfeccionismo atrapalha o seu estudo!

Você tem aversão ao erro

Errar é humano. Você até já sabe disso, mas essa frase e seu significado só fica no campo racional e superficial, não tomando para si. Você simplesmente não aceita errar e se frustra sempre que isso acontece. Isso vale especialmente para aqueles que abriram mão de feriados e finais de semana, de saídas com os amigos, de viagens e todas as coisas boas que a vida pode proporcionar. Afinal de contas, se deixei tudo isso de lado, posso me concentrar e fazer tudo perfeito.

Mas não é bem assim que a coisa acontece. O concurseiro precisa ter em mente que o erro pode e vai acontecer. Lembre-se: a maioria das coisas estão fora do seu controle. Por isso, permita-se errar e pensar que, na próxima, fará melhor.

Você não pede ajuda

Quem é perfeccionista acredita que pedir ajuda é um sinal de fraqueza. Além disso, os outros não sabem nada que possa ser agregado e ninguém sabe melhor do que ele sobre o deve ser feito. Pedir ajuda torna-se uma prova de que o concurseiro não está fazendo tudo como deveria ser feito e que ele não está se empenhando como deveria.

Você procrastina

Idealizamos a nossa imagem de concurseiro perfeito. Aquela pessoa que pratica exercícios, se alimenta de forma saudável, assiste às videoaulas, faz os resumos, as questões e revisa tudo conforme o cronograma e em meio a tudo isso, ainda consegue dormir bem todas as noites por 8 horas. Você acha mesmo possível que todos os concurseiros são assim?

Construir uma imagem como essa de um estudante para tentar melhorar um pouco todos os dias tudo bem. Porém, o concurseiro perfeccionista não faz nada se tudo não sair conforme o figurino. Além disso, ele está sempre em busca da forma ideal de estudo, de uma técnica perfeita que nunca conseguirá encontrar e nada será suficiente.

Você vive estressado

Almejar e idealizar algo que nunca é alcançado é, de fato, estressante. O próprio estudo para concursos em si pode ser muito estressante e o perfeccionismo só atrapalha essa caminhada, fazendo com que você sinta-se frustrado por não conseguir alcançar a imagem ideal de concurseiro. Por não conseguir cumprir as metas, muitas vezes inalcançáveis para qualquer pessoa.

Esse estresse constante costuma gerar dor de cabeça, torcicolo, pode desenvolver processos alérgicos, desencadeando coceiras e manchas pelo corpo, dor de barriga, febre, diarreia e outros distúrbios. O sono, um aliado importante nos estudos, também fica prejudicado.

Você é perfeccionista? Compartilhe aqui nos comentários como as suas atitudes perfeccionistas já prejudicaram os seus estudos para concursos em algum momento!

Calila Galvão

Calila Galvão, redatora freelancer e graduada em fisioterapia. Concurseira desde 2013 e aprovada no concurso de Bombeiro Militar da Bahia.

Carregando...